terça-feira, 15 de setembro de 2009

O MISTÉRIO DAS FLORES - O que aconteceu a Harriet?

"Acontecia todos os anos, como um ritual. E naquele dia, o do seu octogésimo segundo aniversário, voltou a acontecer.” Todos os anos, no exacto dia do seu aniversário, o primeiro de Novembro, Henrik Vanger recebia da sua sobrinha uma flor como presente. Agora, quase quarenta anos após Harriet ter desaparecido, supostamente assassinada, elas chegam-lhe pelo correio. São sempre flores bonitas e, na sua maioria, raras. A encomenda chega quase sempre de Estocolmo, mas duas chegaram de Londres, duas de Paris, duas de Copenhaga, uma de Madrid, uma de Bona e uma de Pensacola, na Florida. Vêm sempre secas, montadas sobre um fundo de papel de aguarela numa simples moldura de 15 por 27,5 centímetros. Uma atormentante e macabra recordação que o leva a crer que o assassino de Harriet continua vivo.

Sem comentários:

Publicar um comentário